Paróquia Nossa Senhora das Dores - Nova Odessa, SP

Rua Duque de Caxias, 200, 13380-007 - Nova Odessa, SP

(19) 3466-1513

Data

25/11/2020

2ª-feira da 16ª Semana do Tempo Comum

É inconsistente a fé que busca sinais, mas não assimila o mistério da vida, morte e ressurreição de Jesus. O Senhor rejeita o caminho religioso desvinculado das implicações éticas da fé.

Primeira Leitura: Miqueias 6,1-4.6-8

Leitura da profecia de Miqueias – 1Ouvi o que diz o Senhor: “Levanta-te, convoca um julgamento perante os montes e faze que as colinas ouçam tua voz”. 2Ouvi, montes, as razões do Senhor em juízo, escutai-o, fundamentos da terra; a pendência do Senhor é com seu povo, ele disputa em juízo contra Israel. 3“Povo meu, que é que te fiz? Em que te fui penoso? Responde-me. 4Eu te retirei da terra do Egito e te libertei da casa de servidão, e pus à tua frente Moisés, Aarão e Maria”. 6“Que oferta farei ao Senhor, digna dele, ao ajoelhar-me diante do Deus altíssimo? Acaso oferecerei holocaustos e novilhos de um ano? 7Acaso agradam ao Senhor carneiros aos milhares e torrentes de óleo? Porventura ofertaria eu o meu primogênito por um crime meu, o fruto do meu sangue pelos pecados da minha vida?” 8Foi-te revelado, ó homem, o que é o bem e o que o Senhor exige de ti: principalmente praticar a justiça e amar a misericórdia, e caminhar solícito com teu Deus. – Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial: 49(50)

A todo homem que procede retamente / eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

“Reuni à minha frente os meus eleitos, / que selaram a aliança em sacrifícios!” / Testemunha o próprio céu seu julgamento, / porque Deus mesmo é juiz e vai julgar. – R.
Eu não venho censurar teus sacrifícios, / pois sempre estão perante mim teus holocaustos; / não preciso dos novilhos de tua casa / nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos. – R.
“Como ousas repetir os meus preceitos / e trazer minha aliança em tua boca? / Tu, que odiaste minhas leis e meus conselhos / e deste as costas às palavras dos meus lábios! – R.
Diante disso que fizeste, eu calarei? / Acaso pensas que eu sou igual a ti? / É disso que te acuso e repreendo, / e manifesto essas coisas aos teus olhos. – R.
Quem me oferece um sacrifício de louvor, / este, sim, é que me honra de verdade. / A todo homem que procede retamente / eu mostrarei a salvação que vem de Deus.” – R.

Evangelho: Mateus 12,38-42

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, 38alguns mestres da lei e fariseus disseram a Jesus: “Mestre, queremos ver um sinal realizado por ti”. 39Jesus respondeu-lhes: “Uma geração má e adúltera busca um sinal, mas nenhum sinal lhe será dado, a não ser o sinal do profeta Jonas. 40Com efeito, assim como Jonas esteve três dias e três noites no ventre da baleia, assim também o Filho do homem estará três dias e três noites no seio da terra. 41No dia do juízo, os habitantes de Nínive se levantarão contra essa geração e a condenarão, porque se converteram diante da pregação de Jonas. E aqui está quem é maior do que Jonas. 42No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra essa geração e a condenará, porque veio dos confins da terra para ouvir a sabedoria de Salomão, e aqui está quem é maior do que Salomão”. – Palavra da salvação.

Reflexão:

Doutores da Lei e fariseus, representantes do poder religioso e político, com malícia no coração, pedem a Jesus um sinal do céu. Na verdade não se abrem à pregação de Jesus; não o aceitam como Messias, o Filho de Deus. Querem é desafiá-lo. Preferem manter os velhos esquemas sociais que dão regalias a poucos, dentre os quais eles se incluem, enquanto sacrificam a maioria da população. Jesus argumenta evocando duas célebres figuras do Antigo Testamento: o profeta Jonas e o rei Salomão. Os ouvintes de Jonas, embora sendo pagãos, se converteram com a pregação dele. A rainha de Sabá fez longa viagem para ouvir de Salomão a Palavra de Deus. Estão em melhores condições diante de Deus do que esta geração “má e adúltera”, que ignora o Cristo, “maior do que Jonas” e “mais sábio do que Salomão”.

(Dia a dia com o Evangelho 2018 – Pe. Luiz Miguel Duarte, ssp)

X